Passeio por Tigre (Buenos Aires).

17.2.18


Viver na Argentina tem lá as suas vantagens, uma delas é poder conhecer vários lugares diferentes só de colocar o pé para fora de casa. Andar duas quadras mais para lá ou para cá já é uma aventura, principalmente se você é meio desorientado como eu, mas dessa vez eu fui mais longe! (E acompanhada, se não estaria perdida por aí).

Tigre é o nome de uma das cidades vizinhas, mais conhecida pelos turistas como a Veneza da Argentina. Fui até lá com a Family para renovar os ares, que são buenos (entendeu? Ares buenos... Buenos Aires! Ok, já parei com as piadinhas sem graça).

A cidade de Tigre está a 33 km de Buenos Aires e se encontra no Delta do rio Paraná, o quinto maior do mundo! A paisagem deste lugar está recheada de rios, ilhas, igarapés, casas de fim de semana, museus e muita natureza. É muito comum ver pessoas em seus barcos e botes, e outros tomando sol ou fazendo um piquenique à beira do rio.



Tigre tem muito a oferecer, desde seus parques de diversões até museus com arquitetura neoclássica. Um dos passeios que se destaca (e que estava cheio de brasileiros) são os passeios de Catamarã .

Museu de Arte Tigre, foto retirada do site oficial: http://mat.gob.ar/galeria/
O Catamarã é um barco com serviço completo de comes e bebes que realiza um percurso ao longo dos rios Tigre, Luján e Sarmiento, mostrando os clubes de remo, ilhas com casas de fim de semana, recreios e o Museu Sarmiento.


Você pode escolher dois serviços disponíveis durante toda a semana, o passeio de uma hora e o de duas horas. O de uma hora não conta com passeio guiado, mas é bem tranquilo para se surpreender com a paisagem e aproveitar o resto do dia em outros lugares de Tigre, além de oferecer os serviços do bar. O passeio de duas horas conta com um guia que fala espanhol e serviço do restaurante com menu à la carte, por ser mais longo, percorre mais lugares.





Cara de "muito vento na minha cara, mas eu vou tirar foto mesmo assim".
A vista é realmente impressionante e as casas são encantadoras, é o tipo de paisagem e experiência que não se vê todo dia.



Mais informações sobre o passeio de Catamarã aqui.

Outro ponto turístico interessante é o Porto de Frutos (que de “frutos” não há tantos, hehe).

O Porto de Frutos, a apenas trinta minutos da capital, é um dos maiores centros comerciais a céu aberto de Buenos Aires. Recheado de lojas artesanais, móveis, decoração, passeios fluviais e restaurantes que estão, em sua maioria, abertos durante toda a semana.






Em 1938 foi inaugurado funcionalmente o mercado e porto de frutos que possuía produtos provindos das ilhas do Delta, como: madeira, areia, frutas e verduras. Já em 1983 a feira foi inaugurada com fins turísticos.


É um lugar confortável recheado dos mais diversos tipos de produtos, cheio de artesanatos, couro, coisas feitas com madeira, quadros e souvenirs.



O passeio é bem gostoso, com climinha de porto, acompanhado do vento refrescante e do som do rio. Recomendo para quem gosta de passeios mais relaxantes e culturais (principalmente se você é o tipo de pessoa que adora voltar para casa cheio de coisinhas).

Além disso, a região é uma das mais bonitinhas que já vi. A paisagem em si é linda e dá vontade de se jogar na grama e fazer um piquenique com toalhinha quadriculada. Se você já foi para Tigre, compartilhe sua experiência aqui nos comentários, e se ainda não foi, o que é que está esperando?

Fontes: Puerto de Frutos, Guia Viajar Melhor e Tigre Catamarán.

  • Share:

Posts Relacionados

2 comentários

  1. Ai que saudade de Tigre!
    Preciso voltar aí pra ir nos museus ♥
    Vi qdo começaram a montar esse painel :) Acho que tem foto dele no meu post sobre Tigre.
    Esse lugar é muito amor :)

    Beijos,

    Algumas Observações

    PS: Vc arrasou na selfie! ;)

    ResponderExcluir
  2. Tem que vir mesmo, assim a gente pode ir ver os museus juntas! ♥ É um lugar muito amorzinho mesmo, transmite muita paz.

    P.S: Ai brigada! Ahsuahsuahsuah

    ResponderExcluir